Férias 2016 – Hokkaido – Almoço – “Crabs of Hokkaido” – Showa Shinzan Kumabokujo – 07 de junho

07/06/2016 – terça-feira

Essa parada para o almoço merece registro especial porque não foi um almoço qualquer.

Tratava-se de uma degustação dos famosos “Crabs of Hokkaido”, que compunham o prato principal. Lá, eles são variados e caros. Uma refeição à base de crabs merece ser celebrada (isso para quem gosta). Não é o meu caso, mas é um prato cheio para o Darcy, por exemplo.

Como eu me contento com pouco e comida não é a primeira motivação da minha vida, não sofro e me divirto. Passar parte do meu almoço para os colegas já virou rotina.

Darcy que o diga. Sempre que viajamos juntos, sentamos próximos para eu fazer a doação. Dessa vez, Walter também participou da divisão.

Acho ótimo porque como o que gosto, fico satisfeita e não sinto o constrangimento de deixar sobras. Logo que a comida chega, passo para frente aquilo que tenho certeza de que não vou comer. Um verdadeiro almoço comunitário!

 

Esse restaurante fica em Showa Shinzan Kumabokujo, uma pequena reserva de ursos em cativeiros. Há controvérsias a respeito do lugar. Uns o admiram pela possibilidade de conhecer ursos vivos, sem nenhum perigo. Outros abominam a ideia de ver animais em cativeiro.

Faz parte da visita ofertar biscoito a eles. Aqueles que não possuem nada contra os ursos que lá estão, oferecem os biscoitos, que geram uma verdadeira disputa. Vencem os mais espertos, claro, que os pegam antes que eles toquem o chão.

Showa Shinzan Kumabokujo  fica localizada perto de um “Shopping Strip de montanha”, ao longo do caminho até o Lago Toya Onsens, para onde estávamos nos dirigindo.

Cada parada representava comprinhas para uns e comidinhas para outros. Foi-se o tempo que eu ficava com as comprinhas!!!

Ah! Na impossibilidade de fazer um carinho nos ursos verdadeiros, nos contentamos com as réplicas.

 

Férias 2016 – Hokkaido – Toya Usu Global Geo Park e Lago Toya – 07 de junho

07/06/2016 – terça-feira

Toya Usu Global GeoPark é considerado um Parque Geológico Nacional e Mundial. Dele, pode-se ter uma visão do Lago Toya, em primeiro plano, e, em segundo, da ilha Nakajima, formada por lavas de 11 vulcões, alguns embaixo da água. O maior deles, Vulcão USU, destaca-se na paisagem e pode ser visto, imponente, quietinho, nos dias de hoje.

O lugar é belíssimo.

Interessante pensar que se trata, de certa forma, de uma calma aparente.

Rodeado por vulcões, numa terra sujeita a tremores de terra, fica difícil imaginar que o que vimos pode se transformar por completo algum dia.

Espero que isso não aconteça. Seria uma pena!

Lago Toya

O Lago Toya situa-se entre as cidades de Toya, no distrito de Abuta, e Sobestu, no distrito de Usu, em Hokkaido.

A superfície total do lago é a nona em extensão de todo o Japão e a terceira em lagos de origem vulcânica. É considerada uma das “100 Paisagens do Japão”, um dos “100 novos destinos turísticos do Japão” e uma das “500 rotas a pé mais belas do Japão”.

Ele tem uma forma quase circular de 11 quilômetros de leste a oeste e 9 quilômetros de norte a sul. No lago, habitam vários tipos de peixe como salmões, carpas, bagres, peixes-gato, bem como outras espécies únicas à zona, como o salmão cereja, a truta castanha etc.

No centro do lago Toya existem quatro pequenas ilhotas, conhecidas como “Nakanoshima” (lit. “as ilhas de dentro”).

http://www.toya-usu-geopark.org/?page_id=539

Férias 2016 – Hokkaido – Rusutsu Resort Hotel – 07 de junho

07/06/2016 – terça-feira

Nessa noite, dormimos no Rusutsu Resort Hotel. De Robô a Carrossel, o hotel tinha de tudo e merecia uma estadia prolongada. Não foi o caso.

Por isso, tratamos de aproveitar tudo antes de dormir.

Huang até se atreveu a conversar com o Robô. Afinal, eles se entendem, já que falam a mesma língua. Eu não arrisquei, para não passar vergonha. Robô ainda não entende mímica!

Antes do jantar, valeu tomar um banho nas águas termais (esse, sem registro, por razões óbvias). Depois, fomos explorar as dependências do hotel. O Carrossel foi diversão certa.

Tanto no jantar quanto no café da manhã, tivemos uma culinária variada e até mesmo gostosa porque, sempre que é buffet, há iguarias para todos os gostos.

http://www.westinrusutsu.com/en

Férias 2016 – Hokkaido – Meisui no Sato Kyogoku – 08 de junho

08/06/2016 – quarta-feira

Nossa primeira parada do dia foi em Meisui no Sato Kyogoku, uma estação de águas que fica perto da cidade de Kyogoku e do Monte Yotei.

As águas da chuva e a neve advindas do Monte Yotei vão para o lago existente e formam fontes de água fresca e pura, que geram produtos para serem vendidos lá.

Meisui” significa “água com gosto bom”. “Sato” significa casa. “Kyogoku” é o nome da cidade onde essa área de descanso está localizada.

O lugar é belíssimo e transmite uma paz muito grande. Vale conhecer!

http://michinoeki-e.around-japan.jp/01-Hokkaido/hokkaido-96.html

 

Férias 2016 – Hokkaido – Monte Yotei – Almoço – 08 de junho

08/06/2016 – quarta-feira

Monte Yotei! Passamos por ele. Aliás, impossível não vê-lo quando se está na região. Monte Yotei (“Yoteizan” em japonês) é uma bela montanha localizada cerca de 50km ao sul da cidade de Otaru.

Possui 1.898 metros de altura e é muito semelhante ao Monte Fuji. Por isso, frequentemente é chamado de “Ezo-fuji”. Ezo é o antigo nome de Hokkaido.

É uma montanha solitária que pode ser vista de qualquer ângulo. Na verdade, trata-se de um vulcão que teve sua última erupção há cerca de 6.000 anos. Muitos pássaros vivem ao seu redor e a seus pés há várias fontes de água fresca, como a que conhecemos.

Não há estrada para chegar ao seu pico, mas a escalada pode ser feita de trenzinho e leva de 4 a 6 horas para isso. Não subimos, of course. Não tínhamos tempo para isso, mas registramos sua imagem.

Nossa parada para o almoço foi em Sapporo.

O restaurante escolhido ficava num hotel e, por ser buffet, foi muito bom. Não houve nenhum destaque nesse almoço.

A única coisa de que me lembro foi que tentamos comprar um bolo para o Walter, aniversariante do dia, e não conseguimos. Teríamos que levar o bolo para ser comido à noite, no hotel e nenhum deles iria sobreviver até lá. 

Foi aí que todos ficaram sabendo que era aniversário dele, informação que estava sendo mantida em sigilo até então, a pedido do próprio.

 

 

Walter…o bolo que ficamos devendo!

 

Férias 2016 – Hokkaido – Otaru – 08 de junho

08/06/2016 – quarta-feira

Seguimos nosso passeio e paramos em Otaru, uma das principais cidades da ilha e província de Hokkaido. Ela está situada na subprovíncia de Shiribeshi e recebeu o estatuto de cidade no dia 1º de agosto de 1922.

Tem um porto marítimo e um canal chamado Canal de Otaru. Na primeira metade do Século 20, o canal era uma parte central do movimentado porto da cidade. Grandes embarcações eram descarregadas por barcos menores, que então transportavam produtos a armazéns ao longo do canal.

O canal se tornou obsoleto quando cais modernos permitiram o descarregamento diretamente das grandes embarcações. Contudo, graças ao movimento dos cidadãos, uma parte do canal foi restaurada nos anos 80, ao invés de ser aterrada, e os armazéns foram transformados em museus, lojas e restaurantes.

Durante o dia, o canal é um local agradável para caminhar e, segundo informações, durante a noite, antigas lâmpadas a gás são acesas para oferecer uma atmosfera romântica. Não vivemos essa experiência.

O comércio local, concentrado numa rua bastante simpática, é variado e interessante. De todas as lojas que entrei, a que mais me encantou foi a de caixinhas de música de diversos modelos e tamanhos. Lindas, minha paixão desde que era criança. Uma alegria para os olhos e um afago para o coração.

http://uu-hokkaido.com/corporate/otaru.shtml

Férias 2016 – Hokkaido – Shiroi Koibito Park – 08 de junho

08/06/2016 – quarta-feira

Shiroi Koibito é um parque temático desenvolvido por Ishiya, uma empresa local de chocolate.

O principal produto da empresa é o cookie Shiroi Koibito, que consiste em dois biscoitos de manteiga finos e uma camada de chocolate branco (o tradicional) ou escuro, no meio. É uma das mais famosas lembranças de Hokkaido e uma delícia, também.

O parque consiste em uma área livre com uma loja, café e restaurante e outra com várias exposições relacionadas a chocolate, música e diversos temas. Em cada canto há algo a ser admirado.

Além disso, grandes janelas permitem que os visitantes observem o processo de produção do cookie na fábrica. Uma cena digna de registro!

Impossível descrever a beleza e tudo que existe naquele espaço maravilhoso. Trata-se de um lugar que vale a pena conhecer. Falar só sobre a produção das delícias que lá são fabricadas é muito pouco porque o lugar é um paraíso, também, para os olhos.

http://www.shiroikoibitopark.jp/english/

 

Férias 2016 – Hokkaido – Sapporo – Jantar – 08 de junho

08/06/2016 – quarta-feira

Voltamos para Sapporo. Como nossa parada foi apenas para comer e dormir, falarei depois sobre a cidade.

Antes de irmos ao hotel, paramos para jantar num restaurante que servia, além do buffet, três famosos tipos de crabs (Hairy crab – Snow crab – King crab).

Foi um jantar memorável, a começar pelo visual do restaurante. Enormes chaminés desciam do teto para sugar a fumaça que era expelida do fogareiro, se é que se pode chamar aquilo de fogareiro. Acho que era muito mais do que isso por causa de sua potência.

Só que comer foi o de menos nesse dia. O que rolou mesmo foi a comunicação entre povos de diversas nacionalidades. Kátia interagiu com os vizinhos da mesa ao lado, eu fiz uma representação teatral com a garçonete e tentamos, sem sucesso, nos comunicar com transeuntes.

Antes de sair, quase acabamos com o estoque de sorvete do restaurante. Só que não nos atentamos para o fato de que sorvete derrete e, na calçada, tentávamos distribuí-los a quem por lá passava. Hilário!

Ninguém entendia tamanha generosidade! Sobrou sorvete! 

Férias 2016 – Hokkaido – Sapporo – Former Hokkaido Government Office – 09 de junho

09/06/2016 – quinta-feira

 Nossa primeira parada do dia foi no Palácio do Governo de Hokkaido.

Ele foi construído em 1888 para servir de base para a administração de Hokkaido e depois foi reconstruído devido a um incêndio devastador.

Seus tijolos vermelhos, algo incomum no Japão, chamam a atenção. Lá é possível conhecer um pouco da sua história, obter informações turísticas, visitar a loja do museu e passear no seu maravilhoso jardim.

Ele é considerado um símbolo de Hokkaido e a estrela vermelha que aparece na parede externa representa a comissão de desenvolvimento de Hokkaido.

http://www.welcome.city.sapporo.jp/find/culture/former_hokkaido_government_office/?lang=en

 

Bli Blé Restaurant

No caminho para conhecer os campos de flores de Hokkaido, paramos para almoçar no restaurante Bli Blé, já mencionado e descrito quando falei sobre gastronomia. Eleito um dos melhores por onde passamos, merece o devido destaque.

 

 

 

Férias 2016 – Hokkaido – Shiki no Tou Tower – Town Hall of Biei (free Observatory) – 09 de junho

09/06/2016 – quinta-feira

Um observatório que possibilita ver os arredores de Biei.

Apenas marcamos presença e fizemos alguns registros. O observatório em si não oferece grandes atrações, mas é um lugar interessante para visitar antes de iniciar o passeio pelos campos de flores.

http://www.ekinavi-net.jp/hokkaido/kamikawa/sights/shikinoto.html