Férias 2015 – Vietnã – Hanói – 10 de junho

10/06/2015 – 4ª feira

Às 8h30 saímos do hotel para visitar a cidade. Tivemos um dia tranquilo. No início, o guia nos contou um pouco sobre a história do Vietnã, a divisão do país em três regiões, uma delas chamada de Cochinchina. Foi aí que entendemos a expressão “Pra lá da Cochinchina”. Cochinchina fica lá. Faz jus à expressão, principalmente para quem mora na América.

Segundo ele, Nguyen Sinh Cungfoi – nome de batismo e Ho Chi Minh – apelido – foi o primeiro presidente do Vietnã. Ele governou por 40 anos. Vimos Ho CHI Minh embalsamado no mausoléu construído para ele – http://www.baotanghochiminh.vn/tabid/528/default.aspx.

Mais do que um mausoléu, o que vimos foi o respeito aos costumes e a preservação da tradição. Isso não se lê nos livros. A vibração do local foi sentida por nós.

Para entrar, é preciso se cobrir e não pode falar nem tirar foto no local. Respeito necessário ao homem que veneram. Durante todo o percurso, os guardas cuidam para que ninguém burle as regras.

Depois conhecemos a casa que foi de Ho Chi Minh. Um lugar pequeno, simples. Segundo o guia, por ser solteiro, não precisava de muito espaço.

A One Pillar Pagoda, outro lugar visitado, é pequena e bonita – https://ssl.panoramio.com/photo/31677579 .

Também segundo o guia, pessoas são referenciadas nos templos e budas, nas suas diferentes manifestações, nas pagodas.

Depois conhecemos as tradicionais casas de palafitas na Praça Ba Dinh – http://www.virtualtourist.com/travel/Asia/Vietnam/Thu_Do_Ha_Noi/Hanoi-1481679/Things_To_Do-Hanoi-Ba_Dinh_Square-BR-1.html e almoçamos no restaurante Indochine – http://indochinehanoi.com/about

Andar de triciclo à tarde, apesar do calor, foi muito interessante porque passamos pelas tradicionais ruas da década de 50.

Por fim, fomos assistir ao show de marionetes no Tang Long Water Puppetry Theatre – http://www.thanglongwaterpuppet.org/?/en/Home/ . Não diria que é um programa imperdível. Foi muito bom porque estávamos no escurinho, com ar condicionado. Lá fora, a temperatura passava de 30º.

Acho que não teve quem não dormiu. Também pudera! Depois de tantas horas de viagem, ainda com o fuso atrapalhado, o corpo entendeu que era hora de dormir. E assim fizemos.

O show? Teve quem disse que gostou. Nesse dia, experimentamos a verdadeira culinária local. O almoço foi ótimo e o jantar, no hotel, muito bom.

Esse foi o aniversário mais longo que tive e foi muito bem comemorado. Teve parabéns pessoais e virtuais e terminou no meu quarto, com um bolo ofertado pelo hotel, com direito a flores, cartão e velas. Adorei!

Bem, depois de tudo isso, dormir foi a melhor pedida do dia.

Alguns registros

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *