Férias 2019 – Cazaquistão – Nur Sultan (Astana) – 17 e 18 de junho

 

Nursultan ou Nur- Sultan ou Nur-Sultã (Astana)

 

Foi a nossa última parada na Ásia Central. Um lugar que muda de nome de acordo com a vontade ….

Bem, a cidade se chamava Akmoly, depois Akmolinsk daí para Tselinogrado, depois Akmola, depois Astana e, por fim, em março de 2019 passou a se chamar Nursultan, que também se escreve de acordo com a vontade de cada um. Uma homenagem ao ex-presidente e “pai da nação”, Nursultan Nazarbayev, que saiu em 29/03/2019, data em que a cidade recebeu seu novo nome.

Regina foi nossa guia. Apesar de ter sido mais fraca em relação aos demais guias, cumpriu o seu papel e nos deu a assistência de que precisávamos lá.

Chegamos a Nur- Sultan de avião, por volta das 13h30.

 

 

Culinária – Em Nur Sultan, nossas refeições foram feitas em diferentes tipos de restaurantes.

 

Pivovaroff – https://www.edgekz.com/astana-businesses/pivovaroff-2/ – é um restaurante que oferece comida alemã e europeia.

 

Daredzhani Kabanbay Restaurant – Comida Georgiana – Só de lembrar daquele pão com queijo minha boca se enche de água. Delicioso, dentre outras opções também deliciosas.

 

 

Mill Restaurant – Um restaurante ucraniano que possui uma comida deliciosa.

 

 

Ficamos no hotel da Rede Rixoshttps://rixos-president-astana-hotel.business.site/, tão bom quanto o anterior.

 

 

Nur Sultan é uma cidade grande, dividida em velha e nova pelo Rio Ishim. Confesso que o pouco tempo lá não foi suficiente para entender o que era o quê. Parecia que estávamos passando sempre pelos mesmos lugares.

A parte que visitamos e ficamos mais tempo, com certeza, é a parte nova e foi lá que vimos algumas das maiores atrações depois de termos feito um passeio pelo Rio Ishim. Com exceção de alguns poucos lugares, pelas fotos das principais atrações podemos ver que estão muito próximas umas das outras. Daí a sensação de estarmos andando em círculo.

 

 

Palácio da Independência – http://indepalace.kz/en/ – Um lugar destinado a funções do estado. Lá são realizadas convenções, reuniões etc.

 

 

Green Water Boulevard – (Nurzhol Boulevard), uma zona de pedestres onde se localizam complexos administrativos, habitacionais e de entretenimento. Vai da Praça da Independência até o Shopping Khan Shatyr, um centro comercial e de recreação.

Ali encontramos, árvores, gramados, um shopping popular chamado Keruyen e muitas outras coisas bonitas para admirar. Os edifícios e fontes são únicos porque foram projetados individualmente.

Também é nela que ficam os Ministérios, o edifício KazMunaiGas, a Mesquita Khazret Sultan, Biblioteca Nacional e Baiterek.

Enfim, tamanha concentração de significativos marcos da cidade faz com que o lugar seja de uma beleza ímpar, razão pela qual passamos quase o tempo todo por lá.

 

 

Round Square – https://visitkazakhstan.kz/en/guide/places/view/124/

Foi construída em concreto de alta resistência, uma vez que as condições climáticas de Nur Sultan estabelecem requisitos mais altos para os profissionais de engenharia. Nur Sultan é considerada uma das capitais mais frias do mundo. Longe do oceano e clima continental severo, a diferença anual gira em torno de 93º. Menos 50º no inverno e verão quente exigiram uma tecnologia especial para a sua construção.

 

 

Baiterek Tower – https://www.baiterek.gov.kz/en – Um belo monumento que também é um observatório da cidade de Nur Sultan. Segundo a lenda, Baiterek é a árvore da vida e sua estrutura simboliza os três pilares da criação – mundos subterrâneo, terrestre e celeste. A bola de vidro seria o ovo do místico pássaro Samruk, que todos os anos põe um ovo – o Sol – que é engolido por Ajdahar – o dragão – que vive ao pé da Árvore da Vida. Uma lenda que significa, simbolicamente, a alternância entre verão e inverno, dia e noite, luta entre o bem e o mal.

 

 

Mesquita de Khazret Sultan – https://www.itinari.com/pt/location/hazrat-sultan-mosque

Foi a primeira vez que vimos demarcação para mulheres dentro de uma mesquita.

 

 

Assumption Russian Ortodox Cathedral – Cristianismo e Islamismo podem ser praticados nos dias de hoje. Depois de conhecermos a mesquita Khazret Sultan, fomos conhecer a Assumption Russian Ortodox Cathedral.

Deslumbrante, é o mínimo que se pode dizer. Ela é toda branca, partes em ouro e azul celeste. No interior, os murais, em folhas de ouro, vão do chão ao teto e o altar é uma massa de cores ao estilo ortodoxo russo. Apesar de não termos subido, a guia nos disse que no segundo andar  fica o coral e, no subsolo, que também não visitamos, os cultos eram realizados quando o cristianismo não podia ser praticado ao ar livre.

 

 

Palace of Peace and Reconciliation – https://www.lonelyplanet.com/kazakhstan/nur-sultan-astana/attractions/palace-of-peace-reconciliation/a/poi-sig/1384855/356866

Foi aberto em 2006 para sediar o Congresso Trienal de Religiões Mundiais e Tradicionais realizado pelo Cazaquistão.

 

 

Expo 2017

O ponto alto da nossa passagem por Nur Sultan foi logo depois do almoço, quando visitamos a Expo 2017 – Energia do Futurohttps://expo2017astana.com/en/ , que mostrou como a tecnologia e as energias renováveis transformarão a economia e o mundo. Apesar de já ter sido encerrada, permanece aberta para exibição até agora. Nesse complexo, conhecemos variados projetos ligados à produção de energia. Maravilhoso e imperdível é o mínimo que se pode dizer sobre o lugar, sem nenhum exagero.

Expo 2017 – um pouco mais….

https://www.nytimes.com/2017/08/23/travel/kazakhstan-world-expo-astana.html

 

 

Khan Shatyr Shopping – http://khanshatyr.com/enConheci no tempinho livre que sobrou depois dos passeios. Se vale a pena? Para tirar fotos do seu belo design e do entorno, sim. Não passa de um shopping como qualquer outro.

 

 

Outros registros

 

 

E assim encerramos nosso passeio pela Ásia Central. Foi muito bom! Tive oportunidade de ver diferentes lugares com uma cultura não tão diferente entre eles e aprendi um pouco mais, o que sempre acontece em terras estrangeiras.

Na minha opinião, quando visitamos outros países, não dá para dizer que voltamos especialistas no que se refere à cultura e costumes. Até porque podemos não concordar com o que vemos e não querer aprender pode ser uma opção. No entanto, isso não me impede de gostar e até de admirar o “way of life” dos povos que vivem nesses países. Gostei!

 

Rota da Seda – um pouco mais….

https://pt.euronews.com/2018/08/31/mar-de-aral-um-desafio-ambiental-para-o-mundo

 

Cazaquistão – um pouco mais….

https://www.dicasecuriosidades.net/2019/04/cazaquistao-fatos-e-historia.html

Almaty – https://www.youtube.com/watch?v=Mud5X_vY3mA – euronews

Nur Sultan (Astana)https://www.youtube.com/watch?v=3EQk9sTGCP8 – euronews

https://www.youtube.com/watch?v=EmTsx_HW5nU

https://www.youtube.com/watch?v=cvSfstCdA-A

https://www.youtube.com/watch?v=6nAC_NaDmUk

https://pt.euronews.com/2015/09/14/cazaquistao-os-550-anos-do-reino-cazaque

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *