Férias 2018 – 17 de abril – Tokyo – Manila

17-04-2018 – terça-feira

Acordei por acaso, sem morning call, e vi que eram 5h15. Que susto! Foi aí que lembrei que tínhamos trocado de quarto e esse poderia ter sido o motivo de não terem nos chamado.

Depois do banho, me dei conta de que o mesmo poderia ter acontecido com os demais.

Dito e feito. Que correria! Fui até a recepção e começou uma corrente de solidariedade até que todos foram acordados.  Ainda bem que tivemos tempo para tomar o café da manhã e fazer o check out como estava previsto, às 7h, horário que nosso ônibus iria nos levar ao aeroporto, onde chegamos às 7h30.

Fizemos check in imediatamente e às 9h20 iniciou o embarque.

Às 10h13 decolamos em direção a Manila, Filipinas. O fuso de Manila é de uma hora a menos do que no Japão. Lá eram 9h13.

Depois de 4 horas de voo, almoço, água, bala e muita leitura, começaram os preparativos para o pouso.

Um ônibus nos esperava na saída do aeroporto, às 16h.

Gessy, nosso guia das Filipinas, nos informou que iríamos direto ao restaurante para almoçar e nos deu algumas dicas sobre o país. Por exemplo – não pedir napkins nos restaurantes. Pedir Pissium. Lá, napkins significa papel higiênico.

Disse, também, que não aceitam dólares americanos e alguns estabelecimentos aceitam cartão de crédito. A princípio, não demos importância a isso porque não teríamos muito tempo para compras, uma vez que nosso destino seria o Resort com tudo incluso.

Almoçamos no The Legend (Hong Kong) Seafood Restauranthttps://www.ourawesomeplanet.com/awesome/2006/05/the_legend_hong.html .

Dentre outras coisas, foram servidos sopa, camarão frito, um risoto que, segundo Tony, é o melhor na sua especialidade e, por último, o peixe que sinaliza o final dos pratos a serem servidos.

A sobremesa, sagu com calda de manga, também estava uma delícia.

Logo que terminamos de almoçar, fomos ao aeroporto pegar o voo para Porto Princesa.

Em vez de embarcar às 17h35, como estava previsto, embarcamos às 19h15 porque o voo atrasou.

 

Porto Princesa

Às 20h20 chegamos a Porto Princesa, Palawan – http://www.philippines-hotels.ws/palawan/puerto-princesa.htm . Por ser um voo muito curto, só foi servido um aperitivo, um sanduíche frio de frango (tipo cachorro quente), água e café.

Saímos do aeroporto e fomos jantar.

No trajeto, tivemos uma visão do lugar. Já era noite e a cidade estava quase sem iluminação. Tudo muito escuro, esquisito. A princípio pensamos que era por falta de energia. Observando melhor, vimos que era daquele jeito mesmo.

Em algumas casas e lojas (aquelas pequenas, de uma portinha) pessoas estavam sentadas do lado de fora ou na calçada, conversando, umas com as outras.

Apesar de as lojas estarem abertas, nenhum sinal de compradores nem de qualquer movimentação na rua.

Como o lugar é muito quente, dá a impressão que eles ficam do lado de fora, com as portas abertas, apenas para passar o tempo por não terem coisa melhor para fazer ou por ser um costume local. Não dá para saber.

 

Casa Ricado’s Restaurant

Pouco tempo depois, chegamos ao restaurante Casa Ricado’s Restaurant de Porto Princesa – http://www.casaricardosrestaurant.com/https://www.facebook.com/casaricardosrestaurantOfficial/ . Tipo buffet, tinha uma comida razoável que, nem de longe, arrancou suspiros, apesar de ele parecer um oásis no meio do nada que estava à sua volta.

 

Princesa Garden Island Resort and SPA

Depois do jantar fomos para Princesa Garden Island Resort and SPAhttps://www.princesagardenisland.com/ ,  um paraíso, também, no meio daquilo tudo.

Depois daquela correria da manhã e da maratona de voos, tudo que queríamos era uma cama gostosa para dormir. Foi o que fizemos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *