Férias 2017 – Retrospectiva

Retrospectiva

02-06-2017 – sexta-feira – São Paulo

Depois de enfrentar um trânsito razoável, chegamos ao aeroporto de Guarulhos às 20h50 e encontramos os colegas que lá estavam.

O check-in começou às 21h30, foi rápido e logo o grupo se dispersou.

Como tínhamos um longo período de espera, ficamos tentando nos comunicar com quem estava distante, quase sem sucesso, porque o sinal da internet e do celular estavam ridiculamente lentos. Resultado…. esperamos o embarque usando o velho e bom diálogo. Uma delícia conversar com os companheiros de viagem, já que estávamos iniciando mais uma jornada juntos e a expectativa era grande.

03-06-2017 – sábado – São Paulo – Dubai – Myanmar

Meia noite e meia começou o embarque. Uma hora e meia depois decolamos pela Emirates, voo EK 262, poltrona 46G, com destino a Dubai.

O serviço de bordo começou logo depois da decolagem. Com duração prevista de 15h, nossa primeira refeição foi o café da manhã, estratégia para irmos nos acostumando com o fuso de muitas horas adiantadas.

Nunca faço a melhor escolha de refeição ou não gosto de nenhuma. A verdade é que omelete ou ovo mexido antes de dormir não é a melhor opção para mim, mas era o que tinha.

Refeição ruinzinha, mas o avião…. A380 – https://www.youtube.com/watch?v=ARRsd41CWA4 , o maior do mundo, um luxo para a classe executiva ou superior. Para nós, conforto razoável. Possui dois andares, mas o segundo só vimos pelo filme que passa a bordo. Só deu para ver o bar do andar superior. Nada mal tomar um whisky lá, um privilégio para quem é vip. Não foi o nosso caso. Aliás, foi o do Tony, que fez upgrade usando milhas e não teve do que se queixar.

Bem… após o café, todo mundo desmaiou porque, no nosso horário, já passava das 4 horas da madrugada.

Começou a maratona…. ler, escrever, assistir a algum filme, comer…. Durante todo trajeto, frutas, chocolates, biscoitos, lanche e bebidas ficaram à disposição de quem quisesse.

Pouco antes da chegada a Dubai, foi servida outra refeição.

Pousamos (e que pouso!!!!) no aeroporto de Dubai – http://www.dubaiairports.ae/  às 23h (horário local). No Brasil, 17h (fuso de 7 horas a mais lá).

No aeroporto, tivemos tempo para andar, ver lojas, comer (aliás… é o que mais se faz durante a viagem). Tomei 1 limonada e comi uma pizza brotinho. Valor? 18 dólares

Por 55 dólares comprei uma bateria universal para carregar meu celular.

Quatro horas e meia depois (3h30, horário local), um ônibus nos levou até o avião que seguiria para Yangon. Que longe! Parecia que estávamos saindo da cidade, de tanto que andamos.

Dados do voo – EK 388 – Dubai – Yangon – Duração 5h03. Previsão de chegada 11h30 da manhã, horário local, 2h da manhã do Brasil. Fuso de 9h30 a mais.

As 5h transcorreram sem nenhum problema.

De início, serviram bebidas e um salgadinho. Três horas depois serviram o café da manhã, a melhor refeição de todo o trajeto até então.

Logo depois começaram os preparativos para a chegada. O pouso no aeroporto de Yangon foi excelente – http://yangonairport.aero/ .

Enfim, ansiosos e cansados, depois de tantas horas de voo, estávamos prontos para iniciarmos nosso passeio.

Foram 24h e meia de viagem. Fomos dia 02 para o aeroporto e chegamos dia 04 a Yangon, Myanmar. É tempo pra caramba! Cansa um pouco, mas não é nenhum exagero. Se desse para tomar um banho nesse período, eu diria que seria até confortável. Aliás, acho que voo tão longo pode ajudar na adaptação ao novo horário que é, praticamente trocar a noite pelo dia. Encontrar uma cama depois disso, a hora que for, é sono na certa. Como só vamos para a cama no horário de dormir do novo local, logo entramos no fuso. Simples assim. Nos outros dias, nem lembramos que trocamos o dia pela noite. Isso acontece na ida. Na volta…. que sofrimento!!!! Mas isso é outra história e fica para depois.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *