De Bali para Singapura – 22/07/2011

Almoçamos e passamos no Duty Free e na loja de pérolas (caríssimas), antes de pegarmos o avião. Sem chance de comprar algo porque nossas malas já estavam com peso maior do que o permitido – 30 kg no total, por pessoa. Isso não é quase nada no final de uma viagem. Por menos que a gente compre, não dá para deixar de levar algo de cada lugar e de grão em grão…

Que confusão no aeroporto! Tentamos compor com quem tinha menos peso e os últimos tiveram que pagar. Sílvia passou sozinha e pagou 78 dólares por 5kg de excesso. Edely pagou 170 dólares pelo excesso. No final, quem passou sem pagar rachou a conta com a Edely. Muito justo.

Nossa primeira noite em Singapura foi no Mandarim Hotel, na Orchard Street, a rua principal do centro de Singapura. O movimento é grande e o comércio é praticamente de grifes. As mesmas de sempre. O hotel é muito bom. O jantar foi no avião. Que comidinha ruim! Ainda bem que quase sempre há um McDonald’s por perto nos grandes centros urbanos. Logo de cara deu para confirmar o que suspeitávamos quando passamos pelo free shop na ida. Parece ser igual a São Paulo, só que em dólar, ou seja, tudo custa quase o dobro. Vamos ver se somos nós que ganhamos pouco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *